Notícias

UNI7/ELEIÇÕES 2018: Candidata do PSOL diz que pesquisas são manipuladoras

  • 14
  • 15
  • 36
  • 48
  • 12 (1)
Categoria:

Uni7 Informa

0

A socialista criticou o chamado voto útil e disse que as pessoas devem votar conforme o que acreditam

A candidata Ana Karina (PSOL), ao Senado Federal pelo Ceará, classificou como manipuladoras as pesquisas de intenção de voto, antes de garantir presença no debate provido pelo Centro Universitário 7 de Setembro (UNI7), nesta quinta-feira, 20, no Teatro Nila Gomes de Soárez. Professora da rede estadual, ela assegurou ainda que, caso eleita, lutará pela revogação da Emenda Constitucional 95, da reforma trabalhista e de uma possível reforma da previdência.

O voto, segundo Karina, é ideológico e tem um valor de representatividade. Segundo a socialista, as pessoas devem votar em candidatos que defendam ideias que acreditam e não em quem as pesquisas apontam como candidaturas de voto útil. “Essas pesquisas manipulam a cabeça porque as pessoas tratam hoje a eleição como corrida de cavalo”, disse, fazendo referência à comparação feita pela candidata a vice-presidência pelo seu partido, a indígena Sônia Guajajara.

Karina afirmou que, como candidata ao legislativo, não pode ter plano de governo e sim bandeiras a defender. Citou a revogação das reformas do governo Temer como sua principal bandeira.

Anna Karina (PSOL), é professora, feminista e afirma que terá o interior do Estado como prioridade num possível mandato

Para a candidata a situação dos trabalhadores pode piorar em 2019 porque a reforma trabalhista não está totalmente em vigor, por ser este um ano eleitoral. Afirmou, ainda, que a implantação de uma possível reforma da previdência, que adiaria a aposentadoria de trabalhadores, seria muito prejudicial às cidades do interior do Estado porque afetaria o principal motor de movimentação da economia desses municípios.

A professora elogiou a UNI7 por promover o primeiro debate para candidatos ao Senado Federal pelo Ceará, e disse que a iniciativa deveria servir de exemplo para as demais instituições pelo espaço democrático que produz aos candidatos com menos renda e tempo de TV. Apesar de comparecer ao evento, a candidata explicou que encerraria sua participação antecipadamente, após justificar para o público presente que viajaria às 21h15 para o Município de Tamboril, a 301 km da capital, em atividades de campanha.

Texto: Anderson Souza (3º semestre – Jornalismo/UNI7)
Fotos: Matheus Abrahão (3º semestre – Jornalismo/UNI7)

Tags: , , , , , , , ,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − oito =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.