Notícias

UNI7/ELEIÇÕES 2018: Ailton chama Eunício e Cid de fujões por faltarem a debate

Categoria:

Uni7 Informa

0

O candidato do PSOL ao Governo do Estado também comparou os candidatos ao governador Camilo Santana

Postulante ao Palácio da Abolição, Ailton Lopes (PSOL), chamou de “covardes e fujões” os candidatos ao senado Eunício Oliveira (MDB) e Cid Gomes (PDT) por faltarem ao debate promovido pelo Centro Universitário 7 de Setembro (UNI7), na quinta-feira, 20. O candidato também acusou o governador Camilo Santana (PT) de tentar ganhar a eleição antes de começar e falou sobre suas propostas para o governo do Estado.

Segundo Ailton, os candidatos ao Senado, ao faltarem o debate na Uni7, seguem o exemplo do seu candidato à reeleição pelo Governo do Estado, Camilo Santana. O governador faltou ao primeiro debate dos candidatos ao governo na TV Jangadeiro, ocorrido no dia 22 de agosto. O socialista também ressaltou que o petista criticou o então candidato ao Abolição nas eleições de 2014, Eunício Oliveira, por faltar a debate, mas, nesta eleição, fez o mesmo.

Para o bancário e candidato, o governador, ao reunir 24 partidos em sua coligação, não acredita precisar do voto do povo. “A política e a democracia não podem ser sequestradas por esse jogo de conveniências partidárias que não representam a maioria dos interesses da população”, reclamou. Ailton também alertou para a falta de envolvimento da população cearense no debate para o executivo do estado. “Até agora o povo não tem entrado em campo, só aqueles que marcam gol contra nós”, concluiu.

Ailton defendeu as candidaturas da professora e feminista Anna Karina, e do militante dos direitos humanos Pastor Simoes. “São os melhores do Ceará”, disse

O socialista elogiou a iniciativa da Uni7 em promover um debate para o Senado, e destacou suas propostas voltadas ao público jovem. Ailton assegurou que, se eleito, garantirá que o art. 224 da constituição estadual, que define que pelo menos 5% do orçamento devem ir para as universidades estaduais, seja cumprido. O candidato garantiu, ainda, que 2% do orçamento serão destinados à pesquisa em ciência e tecnologia como manda o art. 256 da constituição cearense.

Para o ensino médio, prometeu melhorias nos refeitórios e na merenda das escolas em tempo integral; bibliotecas bem equipadas em todas as escolas estaduais, não só nas profissionalizantes; e aumentar de 25 para 30% o orçamento público para a educação conforme manda o Plano Nacional de Educação.

Lopes também defendeu que 100% do quadro de professores estaduais tem de ser permanentes. Para o candidato, o Estado só deve contratar professores substitutos em caso de ausências temporárias, licença médica ou licença para aperfeiçoamento dos professores permanentes.

Ailton Lopes compareceu ao debate promovido pela UNI7 junto com os candidatos ao Senado pelo seu partido, Anna Karina (PSOL) e Pastor Simões (PSOL), mas não permaneceu na instituição, alegando atividades de campanha. Os candidatos Cid Gomes e Dra Mayra (PSDB) também não compareceram alegando os mesmos motivos. Eunício Oliveira não respondeu ao convite da instituição.

Texto: Anderson Souza (3º semestre – Jornalismo/UNI7)
FOTOS: Matheus Abrahão (3º semestre – Jornalismo/UNI7)

Tags: , , , , , , , ,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete + 10 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.