Notícias

MESSEJANA: Reforma do terminal muda rotina e afeta usuários

Categoria:

Uni7 Informa

0

Quem passa todo dia pelo local, percebe o fluxo intenso, filas e lentidão, maiores do que o normal

A difícil acessibilidade enfrentada pelo cidadão no dia a dia de Fortaleza já se tornou pratica cotidiana. Principalmente para quem faz uso do transporte público. A dificuldade para alguns se tornou, no entanto, maior em determinadas áreas da Capital. Uma, em questão, é o bairro Messejana, e o transtorno se dá por conta da reforma do terminal.

Fluxo de passageiros é maior do que a capacidade do local provisório (Foto: Matheus Bernardo)

Quem mais sofre é o passageiro que faz uso diário do transporte público, como estudantes e pessoas que vão para o trabalho de ônibus. Essa dificuldade começou no dia 30 de janeiro, no início da reforma. Parte do transtorno se justifica por conta de sua logística de funcionamento, uma vez que a demanda de passageiros e transeuntes é quase superior à capacidade que o terminal suporta.

O tamanho do espaço provisório parece não atender a demanda de usuários. A superlotação e a confusão que se faz em torno dos pontos de ônibus nas plataformas, são sempre presentes em horários de pico. Além das filas de usuários, formam-se também filas de ônibus, tanto na entrada quanto na saída do terminal, já que a capacidade de ônibus suportada é pequena. Essas filas apenas tornam o ritmo do trânsito mais lento. Na tentativa de amenizar as filas, a primeira parada depois do terminal foi transferida para mais adiante, no sentido terminal/Washington Soares.

A estudante Letícia de Souza faz uso diário do terminal, em horários de pico, principalmente, pela manhã, quando vai à escola e ao retornar à tarde. Ela diz que a única reclamação que faz é sobre a organização dos pontos do terminal, já que no início, ela não tinha compreendido por completo a divisão e distribuição dos pontos.

Segundo a Etufor, fim da reforma está prevista para outubro deste ano (Foto: Matheus Bernardo)

Já Vera Lúcia está à procura de emprego, no momento. Não faz uso diário do terminal, e o tempo de locomoção dela varia de acordo o horário do dia ou o fluxo de trânsito. Ela diz ter compreendido de imediato a organização dos pontos. Quando perguntada sobre o que achava do espaço provisório do terminal, disse não achar que o atual tenha melhorado em relação ao anterior.

Segundo a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), a conclusão da reforma do terminal está prevista para outubro deste ano. Sobre o andamento das obras, informou que foram levantadas questões sobre possíveis eventualidades que viessem a ocorrer, como o período chuvoso no início do ano, que foi mais intenso que o previsto.

 

Texto: M. Matheus Bernardo (3° semestre – Jornalismo)

Tags: , , , , , , , ,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − 5 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.