Notícias

[Semana da Comunicação 2013] Editora da Cariri fala sobre mercado de revista no Ceará

Categoria:

Entrevistas, Texto

0

Tuty Osório, editora da revista Cariri, esteve na Fa7 durante a Semana da Comunicação 2013

Quinto Andar: Quais os principais desafios de fazer revista no Ceará?

Mercado de revistas no Ceará 3 (Igor Araújo)Tuty Osório: O principal desafio é viabilizar a questão do custo, pois, para imprimir, preservando a qualidade do papel e da impressão, existe um investimento muito alto. Esse é o maior desafio que a gente tem. Para driblar esses desafios, fomos à busca do apoio da comunidade de patrocinadores, das fontes de financiamento e também dos leitores que se interessam pela modalidade revista, para, assim, garantir a viabilidade do projeto. Mas, apesar disso, acreditamos que é possível. É apenas uma questão de determinação, insistência e vontade. Como eu sempre digo: a leitura é uma coisa que faz muito bem para as pessoas, e, se a gente oferece, as pessoas vão batalhar até o fim para preservar.

QA: Como você avalia o atual mercado de revistas?

Tuty: Acredito que há mercado de leitores, sim, e que também há temas inesgotáveis para se preencher as páginas. O que a gente precisa é intensificar essa relação com as fontes de financiamento para conseguir mobilizá-las, garantindo apoio para esse tipo de projeto.

QA: Qual o desafio do jornalista que quer se especializar em revista?

Tuty: Para trabalhar com revistas, tem que gostar muito de ler, pesquisar e ir atrás dos assuntos para se aprofundar. Ser um “rato” de biblioteca e de internet, mantendo um amor pela leitura. Se não tiver essas características, o jornalista não vai ser capaz de escrever para esse tipo de veículo, que, além de informação, requer o prazer do texto.

Tags: , , , ,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *