Notícias

ARTE: Programação teatral agita últimos dias de março

Categoria:

Blogs, Imagem, Texto, Uni7 Informa, Web

0

De hoje até quarta-feira 31, coletivos de teatro oferecem apresentações online

Imagem: Festival de Esquetes 2021

Coletivos de teatro de Fortaleza realizam, no mês de março, uma série de espetáculos online. A iniciativa acontece em homenagem ao Dia Mundial do Teatro, comemorado em 27 de março. A data foi criada em 1961 pelo Instituto Internacional do Teatro e celebrada pela primeira vez em 1962. O dia foi criado com o intuito de promover o teatro pelo mundo, afirmando a importância dessa arte e seus agentes para a cultura de diversas sociedades.

Em meio a uma situação de pandemia, agravada pelos efeitos do lockdown, a classe artística recorre às redes sociais e à Lei Aldir Blanc para continuar exercendo seu ofício de trazer alegria e entretenimento para a sociedade. O 15° Festival de Esquetes (Fecta), realizado pela Cia Teatral Acontece, apresenta mais de 20 grupos até 31 de março. As esquetes, peças de teatro de curta duração,e peculiaridade desse Festival, são transmitidas pelo Youtube no canal do grupo organizador. Sempre a partir das 18:30h.

Nesta edição, as esquetes se dividem em duas frentes: Mostra Geral e Mostra Diversidade,com foco nas vivências de pessoas da comunidade LGBTQIA+. Na cerimônia de encerramento, os destaques do evento recebem o Troféu João Andrade Joca, uma homenagem ao ator e professor cearense que dá nome ao prêmio.

Almeida Jr, coordenador geral e apresentador do grupo Cia Teatral Acontece, compartilhou suas percepções do cenário artístico atual: “A gente percebe que a arte possui muito mais importância nesse momento porque as pessoas estão meio depressivas, para baixo, reflexivas. E a arte traz esse “boom”,essa energização, um contexto de que a gente pode seguir em frente, sermos mais.” O artista ainda deu seu ponto de vista sobre a importância das esquetes para a cena teatral: “ O Festival de Esquetes tem sua importância tanto na capital como no interior cearense, e até mesmo nacionalmente porque é um festival de experimentações e dá oportunidade às pessoas que estão começando no teatro de experimentar uma cena, um trabalho e não quer montar um espetáculo longo.”

Imagem: Esquete ” Velório, velório” de Almeida Jr

Além do Festival de Esquetes, a programação alencarina também conta com a participação do artista cearense Rodrigo Ferrera , conhecido pelo seu nome artístico “Mulher Barbada”, que se apresenta no espetáculo “ Carta para minha criança viada”. A apresentação irá falar sobre as dores e alegrias de ser e crescer sendo uma pessoa LGBTQIA+. O artista faz parte Coletivo As Travestidas e possui passagem por espetáculos como “ Cabaré das Travestidas” e “Trans Ohno”.

Imagem: Mulher Barbada

O Porto Iracema das Artes também está oferecendo sua programação: a Mostra Cenas do Confinamento- Leituras Dramáticas Virtuais, que apresenta textos teatrais sobre momentos do período de confinamento durante a pandemia. São sete leituras dramáticas virtuais, sendo seis delas em vídeo e uma em formato de áudio.As leituras acontecem através do site Vimeo, na conta do Porto Iracema, e os vídeos ficam disponíveis até dia 28.

A programação do Porto Iracema reúne artistas do Brasil, Argentina ,Peru e Colômbia. Os textos abordam temáticas que englobam todo o universo de sentimentos que estão sendo presentes no cotidiano de muitas pessoas. A clausura, a solidão, a ansiedade de um futuro incerto. Esses e outros são temas dos textos da Mostra.

Programação do Festival de Esquetes da Cia Teatral Acontece
26/3-SEXTA-FEIRA, às 18:30h

Mostra Geral
Faxina – Coletivo Querendo Chegar
Velório, velório meu – Coletivo Tr3s x Qu4tro.
Juntando os Pedaços – Grupo Pregando Peças
27/3- SÁBADO, às 18:30h
Mostra Geral
Tudo que os olhos não veem – Aurianderson Amaro
Odisséia – Coletivo Gentil
Caio – Coletivo Lagoinha de Teatro.
28/3- DOMINGO, às 18:30h
Mostra Geral
Guarde Para o Final de Tudo – Grupo Teatro Espiral.
O dia que Júpiter encontrou Saturno – Grupo Meneio
A caixa de Pandora – Grupo de Teatro Cuca Barra
29/3- SEGUNDA-FEIRA, às 18:30h
Mostra Geral
Mulher, à Revolução! – Grupo de Teatro Dito e Feito.
O palhaço – Ao som do riso silenciado – Cia Cheios de Cena
Bloqueio – 3/4 In Cena
30/3- TERÇA-FEIRA, às 18:30h
Mostra Geral
Motriz – Coletivo Processo
Quizás – Grupo NipeMa
31/3- QUARTA-FEIRA, às 17:30h
Solenidade de Encerramento
Premiações da Mostra Diversidade e da Mostra Geral
Lançamento da 7ª edição da Revista DOCCENA especial Memória de um Festival
Programação da Mostra Cenas do Confinamento
26/03 – SEXTA-FEIRA, às 19h

Live com equipe de “Nunca Mais Explodimos uma Bomba!”, com Joel Monteiro, Bruna Richelly, Cláudia Moreira, Jean Moreira e Matheus Bizerra. Mediação de Maíra Abreu, coordenadora dos Cursos Básicos de Artes Cênicas do Porto Iracema das Artes.No Instagram do Porto Iracema das Artes
27/03 – SÁBADO – Dia Mundial do Teatro, às 21h
Live de encerramento, com André Carreira (organização), Ângela Mourão (atriz), Euler Lopes Teles (autor) e Guillermo Cacace (diretor). Mediação de Levy Mota, coordenador do Laboratório de Teatro do Porto Iracema das Artes.
no Instagram do Porto Iracema das Artes.
Programação do Pandêmica Coletivo Temporário
29/03- SEGUNDA-FEIRA, às 19h
Carta para minha criança viada, com Rodrigo Ferrera. ,no canal do Youtube do Pândemica Coletivo Temporário.

Texto: César Rodrigues  (3° semestre -Jornalismo/UNI7) 

Tags: , ,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + cinco =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.