Notícias

SEMANA SANTA: UMA NOVA FORMA DE CELEBRAR

Categoria:

Texto, Uni7 Informa, Web

0

A comemoração é repensada para diminuir a taxa de contágio durante a segunda onda da Covid-19 em Fortaleza

Imagem: Paroquia de Nossa Senhora da Conceição – Conjunto Ceará 

Historicamente celebrada entre católicos de todo o país, a semana santa se adapta em 2021, após os altos números de propagação do novo coronavírus. A igreja católica, que tipicamente sedia os festejos em meados de março e abril com grandes eventos, remodela todas as práticas da época, desde a tradicional quaresma, até as grandes celebrações presenciais no domingo de Páscoa. A semana santa é um período em que a fé é posta em prática por muitos fiéis que celebram a morte e ressurreição de Jesus Cristo. Os católicos iniciam a quaresma com um mês de antecedência, no intuito da purificação da alma e do corpo físico.
Além disso, o momento é marcado por conceder a oportunidade da união entre os familiares para recordar o sacrifício divino. Como já era de se esperar, a pandemia trouxe impacto também nas formas de comemoração dessa data tão tradicional. Diante das altas taxas de infecção e reinfecção do coronavírus e suas variantes, os líderes religiosos encontram alternativas para comemorar a data sem perder a essência da cerimônia. Nesse contexto, as famílias também repensam o significado do momento.

UMA NOVA FORMA DE PRATICAR A SOLIDARIEDADE
Em muitas igrejas a solução é inovar não só na forma de celebrar, mas também reinventar a prática da generosidade. Na Paróquia Nossa Senhora da Conceição (PNSC), igreja matriz do bairro Conjunto Ceará, em Fortaleza, a equipe de administração reorganiza as missas e remodela a forma de exercer a humanidade e a compaixão.
Segundo Maisa Queiroz, uma das ajudantes na Pastoral da Comunicação (Pascom) da igreja matriz, a instituição trouxe formas inovadoras de exercer a fé e o amor. As missas migram para plataformas online, para obedecer às normas de biossegurança designadas pelo governo: “A saída que nós encontramos foi virtual, as cerimônias contam com a presença dos organizadores e são transmitidas pelo Youtube, para que os membros da igreja possam assistir na segurança dos seus lares.” Ainda de acordo com Maisa, a forma que a igreja encontrou de praticar a solidariedade nesse momento, foi na criação de um projeto que arrecada alimentos e distribui para pessoas carentes da comunidade: “Estamos vivendo um momento muito complicado em todos os aspectos, e uma das formas que podemos ajudar é distribuindo cestas básicas para quem precisa, nossa finalidade é que todas as pessoas possam celebrar esse momento com comida na mesa”

RESSIGNIFICAÇÃO DO MOMENTO FAMILIAR
Um dos mais fortes costumes nessa época de páscoa, é reunir amigos e familiares em casa, ao redor da mesa para festejar a união e a comunhão. Mas neste ano o momento é de celebrar apenas com os familiares mais próximos, para que haja o cumprimento do distanciamento social. Também é tempo de usar o sentimento religioso para interceder por saúde e paz para as pessoas que perderam seus entes queridos. A indicação dos governantes é que as recomendações sejam respeitadas e que não haja aglomeração em nenhum local. No Ceará, o decreto publicado pelo Governador Camilo Santana, no dia 27 de março, prorroga o isolamento social rígido até o domingo de páscoa, 4 de abril. Durante o feriado, diversas paróquias do Brasil estão divulgando programações para esse momento marcante do cristianismo. A Arquidiocese de Fortaleza, divulgou uma programação remota. Para os fiéis que se interessarem, as
transmissões ocorrerão através do Facebook e Youtube da igreja. Link do Facebook da Arquidiocese de Fortaleza:
https://www.facebook.com/arqfortaleza/

Texto: Hyago Felix  (4° semestre -Jornalismo/UNI7) 

Tags: , ,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze + 13 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.