Notícias

PREVENÇÃO: Suicídio é pauta de evento realizado por alunos de jornalismo da UNI7

Categoria:

Uni7 Informa

0

Profissionais da área da saúde discutem como as redes sociais influenciam e abordam o
ato intencional de tirar a própria vida e a prevenção no meio acadêmico

Fortaleza amarga a segunda posição no ranking das capitais brasileiras que mais registram
casos de suicídio. São cerca de 600 casos por ano. As informações são do Ministério da
Saúde. O assunto é destaque no ciclo de debates organizado pelos alunos da disciplina
Assessoria de Comunicação, manhã e noite, do Centro Universitário 7 de Setembro (UNI7).

O primeiro debate terá como tema “Prevenção ao suicídio no meio acadêmico”. Acontece
nesta terça-feira, 4 de junho às 19 horas, na sala 520, no 5º andar da UNI7.

O segundo terá como temática “Laços (des)conectados: solidão compartilhada e o suicídio
nas redes sociais”, que será realizado nesta quinta-feira, 6, às 7h30 no auditório do 2° andar
da instituição.

Este debate visa a compreender as relações do suicídio no universo online. A problemática
surgiu a partir do monitoramento realizado pela agência nova/sb entre abril e maio de 2017,
onde foi contabilizado um milhão de citações sobre a prática do suicídio nas redes sociais.
A pesquisa revelou ainda que a maioria das citações veio do Twitter com 94,2%, seguido
por Facebook com 5% e Youtube e Instagram com 0,4% cada.

O debate contará com as participações de psicóloga Priscila Diniz, membro do Grupo de
Estudo em Transtornos Afetivos – UFC, e do promotor Hugo Mendonça, coordenador do
Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude (CAOPIJ), um dos coordenadores do
projeto Vidas Preservadas. A mediação será do major Edir Paixão, do Corpo de Bombeiros
Militar do Estado do Ceará e mestre em Saúde Pública.

“Todos nós somos usuários das redes sociais. O intuito é falar sobre o assunto e explicar
melhor como as pessoas que usam as redes sociais podem ser influenciados a praticar o
suicídio” é o que pontua Bruna Ramos, estudante de jornalismo da UNI7 e uma das
organizadoras do evento. A graduanda ressalta ainda, que, o evento busca entender por
que as pessoas usam as redes sociais para falar sobre suicídio.

A ideia do debate surgiu dentro da disciplina pelo professor Miguel Macedo. A proposta é
aplicar na prática o que os alunos aprenderam em sala de aula. “Ele nos deu a sugestão e
nós aceitamos”, pontua Bruna.

Serviço:
Prevenção ao suicídio no meio acadêmico
Hoje, 4 de junho, às 19 horas
Local: Sala 520, no 5º andar

Laços (des)conectados: solidão compartilhada e o suicídio nas redes sociais”
Quinta-feira, das 7h30 às 9h10
Local: Auditório do Núcleo de Práticas Jurídicas – 2° andar da UNI7
Endereço: Av. Almirante Maximiniano da Fonseca, 1395 – Eng. Luciano Cavalcante
Texto: Eli Nafitali (Jornalismo – 6º semestre/ UNI7)

Tags: ,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *